28.9 C
São Paulo
quarta-feira - 24 abril 2024 - 13:29

Merkel pede retomada de diálogo sobre direitos humanos com a China

Merkel disse que as consultas regulares que manteve durante seus 16 anos no poder melhoraram a cooperação em temas que vão das mudanças climáticas aos negócios e em vários momentos as conversas trataram de temas em que há divergências, como direitos humanos e Hong Kong.

“É uma troca que trata de consenso, mas às vezes também de pontos de vista diferentes”, disse Merkel em comunicado depois de uma videochamada com o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, que também envolveu outros ministros do governo.

“Mas eu acho que você só vai resolver conflitos se mantiver as conversas”, disse Merkel, que não disputará a eleição federal marcada para setembro. “Espero que possamos retomar o diálogo sobre direitos humanos o mais rapidamente possível.”

Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores da China reconheceu que Pequim e Berlim têm visões diferentes em algumas questões, mas não mencionou o diálogo sobre direitos humanos. A pasta pediu respeito mútuo nos interesses-chave e comunicação baseada na não-interferência.

De acordo com o comunicado, Li disse que China e Alemanha devem demonstrar “cooperação e unidade” na busca pela recuperação econômica global.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar Artigo

BRL - Moeda brasileira
USD
5,0588
CNY
0,6993
spot_img

Popular

Artigos Relacionados
RELACIONADOS

Parceiros no BRICS, Brasil e Índia ascendem como contraponto às grandes potências, dizem analistas

Parceiros no BRICS e atores importantes do Sul Global,...

Revitalizando a “economia das flores” de forma sustentável

Recentemente, as peônias no Jardim de Peônias de Guanyu,...

Iniciativa de “Livros Vagantes” Fomenta Virtudes e Enriquece a Vida Escolar na Primavera

No Condado de Cao, uma prática inspiradora tem transformado...
Aceitar Notificação OK Não, Obrigado