Embaixador da China diz que pedirá liberação do IFA para CoronaVac

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, vai voltar a pedir ao governo chinês a liberação dos insumos necessários para a retomada da produção da vacina CoronaVac no Brasil.

Doria participou de uma reunião nessa quarta-feira (12) com o embaixador chinês e disse que o laboratório Sinovac, que desenvolveu a vacina na China, teria 10 mil litros do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) prontos para serem enviados.

O volume seria suficiente para a produção de 18 millhões de doses da CoronaVac pelo Instituto Butantan. Mas o IFA só pode ser enviado quando o governo chinês autorizar a remessa.

Já o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse que a previsão de que o IFA seria enviado nessa quinta-feira pelo laboratório Sinovac, não vai ser cumprida e, por enquanto, não foi definida uma nova data para a entrega do insumo.

O Ministério das Relações Exteriores publicou uma nota afirmando que as autoridades chinesas têm dito que eventuais atrasos nas entregas não são intencionais e decorrem da alta demanda dos insumos chineses pelo mundo todo.

Atualmente, cerca de 70% das vacinas aplicadas contra covid-19 no Brasil são produzidas pelo Instituto Butantan com o IFA chinês. Já o IFA para a produção da vacina Oxford/AstraZeneca pela Fiocruz é produzido pela China, mas também é fabricado pela Índia.

Nessa quarta-feira o Instituto Butantan entregou o último lote com 1 milhão de doses da CoronaVac, do total de 46 milhões comprados pelo Ministério da Saúde. Agora, precisa começar a produção de outros 54 milhões de doses para cumprir o segundo contrato assinado com a pasta. A promessa é entregar uma nova remessa de vacinas já na semana que vem.

Anúncio sobre o pedido online de visto para a República Popular da China

A partir de 10 de maio de 2021, todos os requerentes de visto chinês (incluindo portadores de passaporte diplomático e oficial) no Brasil (não incluindo o visto de Hong Kong / Macau), devem apresentar o pedido de visto online (https://cova.mfa.gov.cn) e agendar um horário (https://avas.mfa.gov.cn/) para levar os documentos de inscrição assinados pessoalmente à Embaixada ou Consulados Gerais da China no Brasil. Os candidatos com passaporte diplomático e oficial são isentos de agendamento e podem apresentar seus documentos assinados durante horário de trabalho.

O período entre 10 de maio a 9 de junho de 2021 é fase de teste no qual o pedido em papel ainda pode ser submetido sem agendamento. A partir de 10 de junho de 2021, serão aceitas apenas solicitações online com agendamento para o visto chinês.

Reiteramos que o anúncio publicado em 26 de março de 2020 continua válido, e no momento a Embaixada e Consulados Gerais da China no Brasil só estão aceitando solicitações de vistos em casos especiais.

Salientamos também que durante a pandemia, as solicitações de visto em casos especiais deverão ser feitas previamente pelo e-mail vistochina.bra@gmail.com e somente após a confirmação da Embaixada ou Consulados Gerais da China, poderão apresentar o pedido de visto online.

Presidente da Frente Parlamentar Brasil-China fala sobre a Relação Brasil-China e pede demissão de Ministro Ernesto Araújo

Ernesto Araujo, Brazil's foreign affairs minister, speaks during a news conference with Mike Pompeo, U.S. secretary of state, not pictured, at the Itamaraty Palace in Brasilia, Brazil, on Wednesday, Jan. 2, 2019. U.S. and Brazil will work together against authoritarian regimes, Pompeo said at an event in Brasilia. Photographer: Andre Coelho/Bloomberg
Ernesto Araujo, Ministro das Relações Exteriores do Brasil / Fotografo: Andre Coelho / Bloomberg.

Acordos entre Brasil e China vêm se desenvolvendo de forma mútua a fim de estreitar as relações econômicas e diplomáticas durante anos, e em 2009, a China tornou-se o maior parceiro comercial do Brasil.

Em meio a atual pandemia mundial, o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, realizou críticas infundadas sobre a relação do Brasil com demais países que não sejam os EUA. 

E como presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, Fausto Pinato (PP-SP) disse em entrevista exclusiva à AGBC, que enviou a carta ao presidente Xi Jinping justamente para aliviar as tensões da relação bilateral e também levantar a atenção do governo federal para a questão dos insumos.

Ele ainda afirma que o sempre foi parceiro da China, defendendo a boa relação entre os dois países, até fez o dia da imigração chinesa no Brasil. 

Na questão do Ministro Ernesto Araújo, o deputado Fausto defende a sua saída do ministério, pois acredita que isso aliviaria as tensões que o Brasil está travando com a China e o resto do mundo. A saída de Araújo será uma sinalização para China, Índia, Europa e inclusive Estados Unidos voltarem a ter uma relação mais sólida em longo prazo, e com menos confusões desnecessárias, afirma o Deputado Pinato.  

E para acelerar essa relação entre o Brasil e a China, é necessário esforço de ambos os lados. O deputado Pinato ainda diz que, está feliz com o trabalho que vem realizando, embora haja atritos vindo de ambos lados, mas não falta esforço para manter este equilíbrio. E ainda faz uma crítica ao embaixador da China no Brasil que deveria dar mais atenção às linhas de amizade entre o Brasil e a China. 

- 广告位 Publicidade -

天气 Clima

São Paulo
céu limpo
28.5 ° C
30.6 °
27.2 °
55 %
2.6kmh
0 %
qui
31 °
sex
34 °
sáb
35 °
dom
38 °
seg
40 °

Redes Sociais

1,256FãsCurtir
269SeguidoresSeguir
512InscritosInscrever

- 广告位 Publicidade -

汇率 Câmbio

BRL - Moeda brasileira
USD
4,9223
CNY
0,6735
EUR
5,2507

China

Cultivo em E...

Sem energia ...

Integrando R...

“Internet + ...

- 广告位 Publicidade -

Mao Shiyong e Fábio Hu, presidente da CCDIBC, tiveram uma conversa informal

Em 18 de setembro, Mao Shiyong, secretário do Comitê do PCC e presidente da empresa, teve uma conversa informal e troca de opiniões com o Sr. Fábio Hu (Hu Zhongwei), presidente da Câmara de Comércio de Desenvolvimento Internacional Brasil-China (CCDIBC) e delegação. Tiveram uma conversa profunda e chegaram a um amplo consenso sobre a condução da cooperação empresari...

Biden exalta...

Laços Cultur...

Na ONU, Lula...

Olhares bras...

- 广告位 Publicidade -