22 C
São Paulo
quarta-feira - 17 abril 2024 - 09:28

China terá forte impulso no comércio exterior nos próximos meses, diz think tank britânico

“Esperamos que o impulso das exportações permaneça robusto nos próximos meses”, disse o relatório, acrescentando que uma forte recuperação econômica global sustentaria as exportações da China em todo o ano de 2021, apesar do provável recuo da demanda relacionada à pandemia ainda este ano.

Além das exportações, o think tank britânico também disse que “achamos que o impulso das importações deve aumentar nos próximos meses devido à atual recuperação doméstica”.

“Esperamos que um crescimento econômico consecutivo robusto retome após a fraqueza temporária no primeiro trimestre e estamos otimistas com as exportações e o investimento manufatureiro”, disse o think tank, observando que o consumo deve “ganhar ritmo novamente à medida que os consumidores se tornam mais confortáveis com as condições de saúde pública e sua situação econômica”.

O relatório veio depois que os dados oficiais da China divulgados no início do dia mostraram que o total de importações e exportações de mercadorias do país aumentou 28,5% ano a ano, para 11,62 trilhões de yuans (US$ 1,8 trilhão) nos primeiros quatro meses de 2021.

Isso marca um aumento de 21,8% ante o nível pré-epidemia de 2019, informou a Administração Geral das Alfândegas (GAC) da China.

As exportações saltaram 33,8% em relação a um ano antes, enquanto as importações subiram 22,7% em termos de yuan, revelaram os dados oficiais.

O crescente turismo doméstico da China também alimentou o consumo, uma vez que o país tem efetivamente contido a pandemia COVID-19 e a taxa de vacinação está aumentando constantemente.

Durante o último feriado de cinco dias do Dia do Trabalhador, que terminou na quarta-feira, a China registrou um total de 230 milhões de viagens turísticas domésticas, um aumento de 119,7% em relação ao ano passado, de acordo com o Ministério da Cultura e Turismo da China.

Tommy Wu, economista-chefe da Oxford Economics, disse à Xinhua que “as viagens domésticas provavelmente se recuperarão para níveis pré-pandemia durante o feriado do Dia do Trabalhador, o que é definitivamente encorajador”.

“Dito isso, se vermos uma forte rendimento positivo nos gastos dos consumidores durante o feriado do Dia do Trabalhador, será um sinal muito encorajador de que a recuperação do consumo das famílias provavelmente está de volta aos trilhos”, acrescentou Wu.

O mercado atraente da China ofereceu enormes oportunidades aos fabricantes e investidores mundiais, já que a segunda maior economia do mundo prometeu abrir ainda mais seu mercado e fortalecer a economia global.

“A recuperação da China da pandemia dá esperança ao mundo, a Exposição Internacional de Produtos de Consumo de Hainan é um passo prático para trazer essa esperança para os outros países”, disse Xiong Yu, professor da Surrey Business School, na Universidade de Surrey, Grã-Bretanha.

A Exposição Internacional de Produtos de Consumo da China, que será realizada de 7 a 10 de maio na província insular chinesa de Hainan, deverá ser uma nova janela para a abertura de alto nível do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar Artigo

BRL - Moeda brasileira
USD
5,0588
CNY
0,6993
spot_img

Popular

Artigos Relacionados
RELACIONADOS

China sobe o tom sobre tríplice aliança entre EUA, Japão e Filipinas

Pelo segundo dia consecutivo a diplomacia chinesa reage à...

São Paulo e Heze Fortalecem Laços Culturais e Econômicos

Em uma iniciativa coordenada pela Comissão Extraordinária de Relações...

Bombardear consulado era armadilha de Israel para atrair ataque do Irã, diz Reginaldo Nasser

A ação bélica do Irã contra Israel neste fim...

Cogumelos morchella chegam ao mercado e tocam a “melodia da colheita” da primavera

Recentemente, na base de cultivo de cogumelos morchella em...
Aceitar Notificação OK Não, Obrigado