20.7 C
São Paulo
sábado - 02 março 2024 - 07:07

Preços de moradias na China aumentam ligeiramente em abril

Os preços de novas moradias em quatro cidades de primeiro nível – Beijing, Shanghai, Shenzhen e Guangzhou – subiram 0,6% mês a mês em abril, em comparação com um aumento de 0,4% registrado em março, de acordo com os dados do Departamento Nacional de Estatísticas (DNE).

Ao todo, 31 cidades de segundo nível tiveram um aumento mensal de 0,6% nos preços de novas moradias, enquanto 35 cidades de terceiro nível testemunharam um aumento mensal de 0,4% no mês passado.

O mercado de revenda de casas nas cidades de primeiro nível teve um aumento de 0.8% ao mês em abril, diminuindo 0,2 ponto percentual em relação a março.

Os preços de revenda de casas nas cidades de segundo nível tiveram um aumento mensal de 0,5%, enquanto os das cidades de terceiro nível subiram 0,3%.

Na base anual, os preços das casas registraram uma expansão mais acelerada, de acordo com o DNE.

Os preços das novas casas nas cidades de primeiro nível subiram 5,8% em abril, acima do crescimento de 5,2% em março, enquanto os das cidades de segundo nível subiram 4,9%, acima de uma expansão de 4,8% no mês anterior.

Os preços das casas de revenda em cidades de primeiro nível cresceram 11,3% mensalmente, reduzindo 0,1 ponto percentual em relação ao crescimento de março.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar Artigo

BRL - Moeda brasileira
USD
4,9525
CNY
0,6882
spot_img

Popular

Artigos Relacionados
RELACIONADOS

Macron fala em envio de tropas à Ucrânia; Kremlin diz que isso representaria ‘conflito direto com Otan’

O presidente francês, Emmanuel Macron, após uma reunião de...

Influência regional e petróleo: as razões de Lula para mediar tensão entre Venezuela e Guiana

A tensão entre Venezuela e Guiana pela região de Essequibo é um...

China promoverá plano de alcançar ‘novas forças produtivas’ no evento legislativo anual

A China espera promover seu plano para alcançar "novas forças produtivas" para 2024...

Brasil, EUA, União Europeia, ONU: Mundo condena Israel, que segue bombardeando Gaza

O massacre de mais de cem palestinos, mortos por soldados...
Aceitar Notificação OK Não, Obrigado