27.8 C
São Paulo
sábado - 24 fevereiro 2024 - 13:17

‘Nada será adiado’, diz Renan sobre chance de Teich não aparecer

O relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou na manhã desta terça-feira (4) em Brasília que fará “mais ou menos” cinco perguntas para o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, um dos mais aguardados no colegiado, que investiga as ações e omissões do governo federal, além de estados e municípios, na condução da pandemia.

Perguntado sobre quanto tempo pode durar a participação do general da ativa do Exército na CPI, nesta quarta (5) de manhã, Renan respondeu ser imprevisível estimar. “Porque tem a réplica, tréplica, o tempo que vai ser dado para formular a resposta”, afirmou.

O senador, adversário declarado do governo Jair Bolsonaro, descartou qualquer hipótese de adiamento da convocação do titular da Saúde que sucedeu Pazuello, o ex-ministro Nelson Teich. ““Nada vai ser adiado”, disse. Teich permaneceu cerca de um mês no cargo e deve ser ouvido também nesta quarta-feira, à tarde.

Na manhã de hoje, o primeiro ministro da Saúde da gestão Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, será o primeiro a ser ouvido pelos 11 parlamentares que compõe a CPI da Covid.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar Artigo

spot_img

Popular

Artigos Relacionados
RELACIONADOS

Alemã celebra o Ano Novo na China

O Festival da Primavera é uma tradição importante para...

O “ofício antigo” criou a “economia nova”

Na oficina artesanal de preservação do patrimônio cultural imaterial...

China segue comprometida com as negociações para paz na Ucrânia

A China segue firme no compromisso com possíveis negociações de paz...
Aceitar Notificação OK Não, Obrigado